ADESÃO AO TRATAMENTO POR CUIDADORES DE CRIANÇAS SOROPOSITIVAS: REVISÃO DE LITERATURA
PDF

Palavras-chave

Adesão ao tratamento
Criança
HIV
Cuidadores

Resumo

Introdução: Com o avanço do tratamento da AIDS e a adesão ao tratamento como um fator primordial à obtenção de resultados significativos para a qualidade de vida dos infectados, estudos sobre os fatores que influenciam a adesão são relevantes para implementação de programas que aumentem os índices de sucesso clínico do tratamento, principalmente quando se trata de crianças infectadas via transmissão vertical. Objetivo: O objetivo deste trabalho é sistematizar fatores funcionalmente relacionados à adesão, destacando o papel do cuidador nesse processo. Metodologia: Efetuou-se uma revisão bibliográfica nas bases de dados Scielo e Medline no período de 2011 a 2023 identificando 15 artigos que atendiam aos critérios de inclusão propostos. Os artigos selecionados foram analisados a partir da técnica de análise e conteúdo temática e organizado em categorias: (a) tratamento medicamentoso; (b) estratégias de adesão; (c) cuidadores e (d) intervenções de saúde. Resultados e discussão: Os resultados sugerem que os cuidadores têm um papel relevante e forte influência sobre a adesão das crianças, destacando-se a necessidade dos mesmos compreenderem as regras de execução e importância do tratamento. Características relacionadas aos medicamentos, tais como sabor, horários e dosagem, também influenciam o nível adesão ao tratamento. Os profissionais de saúde são importantes fontes de informação e de suporte para cuidadores e crianças, auxiliando as famílias a encontrarem estratégias que facilitem a adesão. Conclusão: Conhecer os fatores que influenciam na adesão ao tratamento de crianças soropositivas pode auxiliar que os serviços de saúde implementem medidas e políticas públicas mais eficazes no incentivo à adesão.

PDF