FALHAS NO TRATAMENTO DA SÍFILIS EM GESTANTES NO BRASIL: REVISÃO SISTEMÁTICA
PDF

Palavras-chave

Cuidado pré-natal
Sífilis
Saúde pública

Resumo

Objetivo: Analisar, por meio de uma revisão sistemática, as principais falhas inerentes ao tratamento da SG no Brasil. Métodos: Trata-se de uma revisão sistemática com amostra final de 26 artigos levantados junto a National Library of Medicine from United States of America e a Biblioteca Virtual em Saúde, selecionados segundo os critérios do Preferred Reporting items for Systematic Reviews and Meta-Analyses. Foram eleitos artigos do ano de 2018 a 2022 publicados em revistas e cadernos de saúde com análise epidemiológica e temporal. Resultados: Foi evidenciado falhas relacionadas ao tratamento da SG, dentre elas a insegurança dos profissionais de saúde em administrar os medicamentos, tratamento inadequado da parceria sexual, atraso no diagnóstico, erro de notificação, desabastecimento de penicilina, desconhecimento da doença pela população, repasse incorreto de informações pelos profissionais, difícil acesso a rede de saúde, baixa escolaridade e educação sexual precária. Conclusão: O estudo apresentou várias falhas no tratamento da SG no Brasil, enfatizando prioritariamente o quanto ainda é notório o impacto que o baixo nível educacional tem na sociedade brasileira.

PDF