PROCESSO DE CONSTRUÇÃO DE UM VENTILADOR PULMONAR MECÂNICO PARA SITUAÇÃO DE PANDEMIA DA COVID-19
PDF

Palavras-chave

Ventilação pulmonar; Engenharia biomédica; COVID-19; Ventiladores mecânicos; Estudo de prova de conceito.

Resumo

Objetivo: Vivenciar o processo de construção e equivalência de um ventilador pulmonar mecânico, durante a situação de pandemia. Materiais e Métodos: No processo seguiram-se as recomendações da ABNT, ANVISA e AMIB. Foram utilizados materiais encontrados no mercado brasileiro, dispensando importações para agilizar a construção, a fim de suprir demandas locais. O equipamento foi desenvolvido no Laboratório de Mecânica Aplicada da Universidade Federal de Goiás (UFG) em proposição feita pela Escola de Engenharia Elétrica, Mecânica e de Computação da UFG. O Ensaio pré-clínico foi realizado em suínos in vivo, instrumentados e ventilados mecanicamente no Centro Cirúrgico do Hospital Veterinário da UFG. Foram analisados indicadores respiratórios e hemodinâmicos de forma comparativa, utilizando o protótipo de ventilação mecânica versus ventilador pulmonar já consagrado no mercado. Ambos os ventiladores foram igualmente programados. Resultados: O processo de elaboração, construção e funcionamento do protótipo seguiu recomendações de Normas Técnicas Brasileiras e mostrou-se seguro, medido pelos indicadores respiratórios e hemodinâmicos. As variáveis analisadas, em sua grande maioria apresentaram comportamento semelhante entre os ventiladores, independentemente do animal ventilado. Durante o ensaio pré-clínico não houve instabilidade hemodinâmica incontrolável. Conclusões: A construção e utilização do protótipo de ventilação pulmonar mecânica deve ser considerada uma alternativa para situações de pandemia, desde que a construção do equipamento cumpra os requisitos mínimos exigidos por Normas Técnicas Brasileiras.

 

https://doi.org/10.22491/2447-3405.2023.V9.9h5
PDF