CENTRAL DE MEDICAMENTOS DE ALTO CUSTO: ESTUDO DESCRITIVO

  • Reila Campos Araujo
  • Gleydson Alves Silva

Resumo

RESUMO: Introdução: A Assistência Farmacêutica na média e alta complexidade desempenha múltiplos papeis na distribuição de medicamentos de alto custo como ações de promoção, prevenção e recuperação da saúde, tanto individual como coletiva. Objetivo: presente estudo teve como objetivo descrever dois aspectos da dispensação de medicamentos da Secretaria da Saúde do Estado de Goiás: a quantidade de pacientes únicos que receberam o medicamento; e a quantidade de medicações por dose dispensadas. Método: Trata-se de um estudo descritivo, exploratório de abordagem quantitativa. Foram analisados dados secundários oriundos da lista de dispensação do primeiro bimestre dos anos de 2017 e 2018. Resultados: Ao comparar janeiro de 2017 com janeiro de 2018 observou-se discreto aumento no atendimento à pacientes únicos 2,92%, entretanto, não houve aumento no mês de fevereiro de 2017 para 2018, pois ocorreu redução de 5,98% nos dados apresentados. Em relação aos medicamentos dispensados (dose), de janeiro de 2017 para janeiro de 2018 ocorreu um aumento de 9,05% na dispensação, contudo, em fevereiro foram 0,65% de aumento no ano de 2018 em relação ao ano de 2017. Conclusão: Os dados obtidos permite retomar a temática sobre acessibilidade aos serviços públicos de média e alta complexidade garantindo os direitos da população. Preparar os pacientes e praticar a educação em saúde, inclusive para aqueles que fazem uso do serviço pode ampliar a cobertura do serviço de média e alta complexidade na assistência farmacêutica no estado.

Palavras-chave: Tecnologia farmacêutica; sistema único de saúde; assistência à saúde.

Publicado
12-07-2019